“Pena” – a primeira música que fiz na vida, sem saber!

  • 02/09/2014

  A música “Pena” nasceu de uma noite de aparente fracasso! Foi no ano de 2004, quando o Fernando estava no comecinho da carreira e eu o ajudava da maneira que podia a fim de que o Teatro Mágico decolasse para o mundo! Bom, pensando numa forma de arrecadar algum dinheiro para concluir a produção dos primeiros figurinos e cenário do show, a gente inventou de fazer uma festa “tecno”, O Teatro Mágico do Espaço (música eletrônica + performances poéticas) numa baladinha super underground no centro de São Paulo! A ideia era conseguir angariar a verba com a venda dos ingressos. Mas…

continue lendo...

“Cidadão de Papelão”, música em prosa poética!

  • 01/09/2014

“Cidadão de Papelão” é uma música cuja letra escrevi com o mano Fernando Anitelli para o segundo cd do Teatro Mágico! Estávamos buscando um tema que nos inspirasse a compor e o Fê, inicialmente, pensava num rap! Fomos tomar um café numa padoca na esquina da Consolação com a Paulista e a imagem de um senhor de meia idade, que mais parecia um trapo, nos levou a um papo sobre moradores de rua….e o papo virou canção! “…À margem de toda candura…” “…Cria a dor, cria e atura…” Eu gosto dessa música porque ela é uma prosa, conta uma historinha,…

continue lendo...

Da cor do vento…

Da cor do vento…
  • 17/08/2014

Ontem fui assistir ao show “Da Cor do Vento”, das queridas Nô Stopa e Roberta Campos no Tom Jazz e…minha nossa! O show começa com a Nô batendo um tambor que faz vibrar o coração da gente! No palco, avistei alguns livros, instrumentos musicais, discos, anotações, tudo espalhado pelo chão dando o tom intimista que permeia toda a apresentação. “Falar da cor, dos temporais, do céu azul, das tardes de abril…”  As duas artistas se colocam em estado de presença de maneira transparente, da cor do vento, revelando a natureza do artista e também das canções que entoam. Ao invés do…

continue lendo...

O primeiro dia…

O primeiro dia…
  • 13/12/2013

Meu primeiro dia de trabalho no Teatro Mágico foi numa quarta-feira, 30 de junho de 2004. Entrei no camarim do Blen Blen – Pinheiros – SP – convidada pelo Fer, para dar uma assistência voluntária para a Ane Raquel Riêra Ferraz – primeira produtora do grupo… e nunca mais parei!!! Foi mais ou menos assim: “Você sabe maquiar?” “Você pode contar os ingressos?” “Você pode cortar os encartes do cd e dobrar e colocar nas caixinhas – que vamos vender daqui a pouquinho lá fora?” “Ajuda a amarrar esses retalhos nas pernas dos músicos?” “Coloca a Luciana Mello na lista de convidados,…

continue lendo...

Sinos Imaginários – noite de estreia do espetáculo teatral!

  • 14/06/2009

Esse vídeo é uma cobertura da noite em que a minha peça teatral Sinos Imaginários fez sua grande estreia em São Paulo, no ano de 2009. As imagens e a edição foram carinhosamente feitas pelo querido Fernando Modenezi, amigo e parceiro. Foi um momento bem especial e emocionante da minha vida. A primeira vez que peguei toda a bagagem de produção que eu tinha adquirido à frente do Teatro Mágico para construir algo meu…uma produção autoral e bem íntima! Sinos Imaginários fala de questões universais mas também do meu universo particular! Essa peça foi um verdadeiro “parto” para que eu embarcasse…

continue lendo...